segunda-feira, 20 de março de 2017

BANDA DO CHUPA CONTINUA ALEGRANDO A COMUNIDADE DO CAMPO GRANDE EM SANTOS

Por Klinger Branco

QUEM PARTICIPA DA BRINCADEIRA GARANTE QUE A DIVERSÃO É GARANTIDA NA BANDA DO CHUPA

A Banda do Chupa continua sendo uma das bandas mais esperadas do Carnabanda, na segunda-feira de carnaval, afinal a banda do Chupa é a preferida da criançada e da família santista. Este ano a banda teve um problema com as suas camisetas, mas nada que tirasse o brilho da festa ou dificultasse o desfile. Com o enredo “ A Paz”, composto por Eduardo Alves e interpretado por Glauco Fulcro e banda a agremiação levantou os foliões do Campo Grande, fazendo a alegria da comunidade. As marchinhas de carnaval e as músicas de sucesso que estão na boca do povo são o principal ingrediente e a marca registrada da banda, que vem crescendo no gosto do público e agradando a todos que participam da
festa. É o caso da artesã Luciana Borges, pela primeira vez na festa e já prometeu voltar ano que vem e trazer a família e os amigos. “nunca tinha vindo nesta banda, mas gostei muito, é tudo muito organizado, o clima é familiar e as crianças se divertiram muito". afirmou Luciana. Vou voltar ano que vem e chegar mais cedo, assim as crianças podem aproveitar melhor a festa, vou recomendar para meus amigos". Todo ano a organização, além de proporcionar uma tarde especial para a criançada, faz uma campanha de arrecadação de alimentos. Os alimentos arrecadados até a hora do desfile são revertidos para uma creche ou instituição sem fins lucrativos. Quem esteve na concentração pôde aproveitar a grande estrutura criada para atender a criançada (espaço kids), uma grande área reservada a diversos brinquedos infláveis, cama elástica, escorregadores entre outros. A concentração, foi na rua Almirante Barroso, entre a Pedro Américo e Espírito Santo (Campo Grande), local já
conhecido da comunidade e onde acontece a distribuição de brindes, sorvetes e doces para criançada. Na Banda do Chupa a brincadeira é levada a sério e tudo é muito organizado, bem cuidado e feito com dedicação, este ano, o circuito foi interrompido duas vezes, para lembrar os desavisados, oriundos de outras localidades que ali não tem bagunça e sim diversão, quem não estiver satisfeito é convidado a se retirar. Todos que participam da folia elogiam a organização e ficam encantados. O instrumentador Wilson Villas de Carvalho, comentou que a brincadeira estava muito boa “vim de São Caetano para passar o carnaval na casa da minha irmã e ela me chamou para cá, adorei a brincadeira, na minha cidade não tem nada igual. Tenho um uma menina cadeirante e ela está se divertindo junto com a gente, isso é sem igual”. Comentou o mecânico. Uma coisa nunca muda na Banda do Chupa a receita de sucesso parece ter dado muito certo, hoje a banda atrai público de toda a região, sendo ponto de encontro de várias gerações, na tarde da segunda-feira de carnaval.

VEJA AS FOTOS DO DESFILE - CLICANDO AQUI

domingo, 19 de março de 2017

BANDA DA DIVINÉIA MOSTRA QUE SABE FAZER CARNAVAL NA ZONA NOROESTE

Por Klinger Branco

MENORES FAZENDO GUERRA COM ÁGUA CONTINUAM ATRAPALHANDO DESFILE NO CASTELO

A banda Unidos da Divinéia continua forte no bairro Castelo (Zona Noroeste de Santos) onde tradicionalmente reúne a comunidade para brincar a festa de momo nas tardes do domingo de carnaval. Mostrando que a zona noroeste pode fazer bonito no Carnabanda Santista a agremiação, este ano, surpreendeu pela organização e apoio da comunidade. Apresentaram uma grande festa, onde os menores – aqueles que normalmente aterrorizam com os esguichos - estiveram mais contidos, respeitando os músicos e a
bateria. Com isso boa parte da comunidade do Castelo voltou a participar do desfile. A festa programada para acontecer a partir das 16h00, acabou começando com um pouco de atraso, devido a dificuldade para conseguir organizar os foliões, mas nada que tirasse o brilho do desfile. Uma inovação este ano, a comissão de frente formada por rei, rainha, princesa e musa da banda foi escolhida pela comunidade e controu com porta bandeira e passistas na avenida. Segundo o presidente Jardel Silva o desfile foi ótimo, mesmo porque não aconteceu nenhuma confusão, “tudo aconteceu de forma tranquila, depois do desfile vamos ter um esquema
com a rapaziada do samba,mostrando que a banda esta mais organizada e graças a Deus deu tudo certo. Para o ano que vem pretendemos fazer um esquenta e depois do desfile um esquema fechado, maior que o desse ano. Com um esquema fechado a gente pode fazer um esquenta ainda melhor, com grupos de samba, depois do desfile continuar com essa festa, dando maior comodidade para quem vier brincar o carnaval aqui na Divinéia”, afirmou Jardel. Quem veio ao desfile da Divinéia não se arrependeu, pode brincar e se divertir sem nenhuma preocupação. Depois do desfile a diretoria preparou uma festa para receber os foliões, com show, para quem gosta de samba e muita descontração.


VEJA AS FOTOS DO DESFILE CLICANDO AQUI

BANDA DO ILHÉU É DIVERSÃO GARANTIDA DA FAMÍLIA DO BOM RETIRO

Por Francis Borges

BANDA CONTINUA MANTENDO TRADIÇÃO DO CARNAVAL NO BAIRRO DO BOM RETIRO


A Banda do Ilhéu desfilou na tarde do último domingo de Carnaval (26/02), pelas ruas do Bom Retiro, aproveitando o dia ensolarado para comemorar mais um ano no Carnabanda. A concentração aconteceu na rua Joaquim Alcaide Valls, com a João Osório de Fonseca, reunindo centenas de foliões, numa festa pra lá de familiar. Só quem conhece a comunidade do Ilhéu Baixo sabe que ali a festança é da comunidade, tudo é preparado e pensado para as famílias do entorno, mas todo mundo que vem de fora acaba sendo muito bem recebido. Este ano o tema do samba foi “Donga, 100 anos de samba”, escrito por Márcio e Deni, interpretado por Márcio Roberto e Nenê da Mocidade, à frente da bateria Unidos da
Baixada, composta 50 ritmistas. A banda que desfila todo ano nas tardes de domingo de carnaval, já se tornou parte da tradição cultural dos moradores daquela região. Depois do almoço os moradores começam a se aglomerar nas calçadas, puxam a cadeira, chamam os amigos, a criançada começa a brincadeira, correndo de lá para cá, esperando a banda passar. Em santos o carnaval de rua garante diversão a todas as comunidades, se tornou uma festa popular, para todos sem distinção.


VEJA AS FOTOS DO DESFILE - CLICANDO AQUI  

BLOCO DO CHAPELEIRO CONTINUA MANTENDO TRADIÇÃO POPULAR NA AREIA BRANCA

Por Klinger Branco

BLOCO MAIS ANTIGO DO CARNAVAL SANTISTA CONTINUA FAZENDO A ALEGRIA DA COMUNIDADE COM MUITA SIMPLICIDADE

O Bloco do Chapeleiro, fundado em 17 de março de 1963, um dos mais antigos de Santos, desfilou na tarde de domingo 26/02, pelas ruas da Areia Branca, arrastando foliões da comunidade e dos bairros vizinhos. Tradicional do carnaval santista, o bloco do chapeleiro é marca registrada da comunidade da Areia Branca e continua reunindo crianças e adultos, numa folia sem igual. A concentração aconteceu nas ruas Tomoichi Kobuchi, Antenor Duarte e Praça Nicanor Ortiz, onde os foliões curtiram marchinhas carnavalescas com os amigos enquanto aguardavam o inicio do cortejo. O enredo deste ano foi “O chapeleiro virou tatuagem em nossos corações”, samba de Luan, Edelson, Osvaldo Dareia e Mauro Mandira e foi interpretado por Leandro Paçoca, seguido pela bateria da Vila São Jorge com seus 30 ritmistas.

VEJA AS FOTOS DO DESFILE CLICANDO AQUI

sábado, 18 de março de 2017

CARNACACHAÇA TEM O MAIOR PÚBLICO DOS ÚLTIMOS TEMPOS

Por Klinger Branco

QUEM PARTICIPOU DA FOLIA PROMETEU VOLTAR NO ANO QUE VEM E TRAZER OS AMIGOS

A Banda Carnacachaça veio para rua mostrando que quer levar o título de melhor banda do Carnabanda mais uma vez. Aproveitou a folia de momo para mostrar que sabe fazer carnaval de rua como ninguém. Com uma diretoria dedicada e cheia de disposição a agremiação organiza as imediações do desfile, define a disposição dos colaboradores e monta um tremendo palco bem no meio da concentração. Depois disso haja coração, pois o público é muito grande e a festa toma vulto de festival. Com o enredo “O dia depois da Carnacachaça”, a banda foi para a rua na noite do sábado de carnaval 24/02, alegrando a comunidade do Macuco, onde ninguém ficou parado. A concentração, que fica entre as ruas Santos Dumont, José do Patrocínio e Euzébio de Queiroz, ficou lotada reunindo um público maior do que o esperado, era gente se apertando para conseguir chegar no palco e ver tudo de pertinho.
Este ano, a equipe de organizadores apostou alto e ampliou a estrutura, colocando barracas, tendas e um show que continuou noite a dentro com o MC G15 e Djs. O samba que arrastou a multidão teve autoria dos compositores Júnior Bicalho e Renato e foi interpretado por Tim Cardoso, Júnior Bicalho e Renato. Para o cantor e compositor Tim Cardoso participar dessa festa é um satisfação sem igual “é uma alegria participar desta banda, tradicional do Macuco, considerada a melhor banda de Santos, e em meio a essa comunidade gostosa. Aqui no Estuário eu fiz quase todas as bandas, junto com as baterias da Padre Paulo, X9, Brasil, é uma satisfação imensa estar junto dessa comunidade ou melhor dessa grande família do Estuário. Gostaria de aproveitar e mandar um grande abraço pra essa grande comunidade, que vai do canal 4 até a Ponta da Praia e participa do carnaval com muita garra e dedicação em especial a toda diretoria da Carnacachaça”, comentou o compositor.
A bateria foi a X-9, com 70 ritmistas, e contou com a animação de várias musas para agitar a galera. Este foi o 7º ano da banda no Carnabanda e parece que agremiação vai continuar encantando a multidão, que compareceu em massa na concentração. Segundo, o presidente Caio César, a agremiação levou o prêmio Estandarte Santista ano passado e vem crescendo graças ao empenho dos seus diretores e da comunidade do Macuco. Gente que aposta na ideia de fazer um carnaval diferenciado para a comunidade e ajudam a manter a agremiação custe o que custar. “Este ano, gostaria de agradecer novamente os patrocinadores e a toda a minha diretoria, pessoal guerreiro, de muita força e que ajudou a fazer esta linda festa. São pessoas trabalhadoras, que lutam o ano inteiro para que a banda continue sempre firme e agradando a comunidade”, relatou Caio César.

VEJA AS FOTOS DO DESFILE - CLICANDO AQUI


BANDA DA LAZINHA DESFILOU MAIS TARDE ESTE ANO E PÚBLICO CONTINUOU FIEL

Por Francis Borges

BANDA DA LAZINHA DESFILA PELO DÉCIMO PRIMEIRO ANO PELO CARNABANDA SANTISTA

Mais um ano com a banda da Lazinha nas ruas da Vila Belmiro, trazendo muita gente animada a fim de pular carnaval no Carnabanda santista. O evento aconteceu no sábado 25/02, entre as ruas Alvares Cabral, José Gonçalves da Mota Jr. e Prof Reinaldo Porchat, reunindo centenas de foliões na concentração, que aguardavam o início do desfile curtindo marchinhas de carnaval ao som da banda Musikroma e seus metais. Este ano, antes do desfile, aconteceu o concurso de fantasias mirim, levando a criançada ao delírio. Quem acabou vencendo o concurso foi a garotinha Mirra Maria, participante da banda pelo
terceiro ano. “ Gostei muito de ter participado, as outras meninas estavam muito bonitas, mas gostei muito de ter ganhado, ano que vem vou participar novamente, afirmou a vencedora. A criançada ainda pôde se deliciar com a farta distribuição de lanches e refrigerantes, além de outras atividades pensadas exclusivamente para os pequeninos. Quem estava na concentração sabia que a banda sairia num horário diferente, devido ao jogo no Estadio Urbano Caldeira, que antecedeu a saída da Banda. Para o vice-presidente da agremiação Vandeu Marques a mudança de horário não prejudicou o desfile. “ este ano foi
um estresse danado, pois estávamos desde outubro se preparando para festa, quando surgiu o imprevisto, mas deu tudo certo pois já estávamos com tudo agendado e os contratos com os grupos de apoio fechados ai conseguimos desfilar no mesmo dia só com o horário trocado, mas deu tudo certo e a festa esta maravilhosa” comentou Vandeu. Desfilando pelo décimo primeiro ano no Carnabanda a banda trouxe para às ruas o enredo “Soja, o eterno camisa 5”, samba de Chitão e Bira, interpretado por Manoel, Joãozinho e Renatinho seguidos pela bateria da Sangue Jovem integrada por 30 ritmistas.


VEJA AS FOTOS DA CONCENTRAÇÃO CLICANDO AQUI

sexta-feira, 17 de março de 2017

BANDA DA MOSCA DESFILA COM MUITA CHUVA E LEVANTA O PÚBLICO DA ZN EM SANTOS

Por Francis Borges

ESTE ANO A COMISSÃO DE FRENTE CONTOU COM RAINHA, PRINCESA, MISS SIMPATIA E MUSA ESCOLHIDAS PELA COMUNIDADE

Reunindo centenas de foliões pelas ruas do bairro Areia Branca, a banda Mosca participou mais uma vez do Carnabanda desfilando em meio a muita água. A chuva que caiu durante boa parte do cortejo, não precisou ser muito forte, para alagar a maioria das ruas da Zona Noroeste. O alagamento acabou causando um enorme contratempo para os participantes do desfile e aos funcionários da CET ( Companhia de Engenharia de Tráfego), que tiveram muita dificuldade para direcionar o trânsito e proteger as pessoas que corriam de um lado para o outro evitando a enchente. Os moradores aproveitaram o evento para protestar contra os alagamentos, segundo eles, causados por falta de limpeza nas galerias e canais
próximos ao local. O desfile aconteceu na tarde do último sábado 25/02, levando às ruas pessoas da comunidade e de outras localidades, que mesmo com chuva não deixaram de comparecer. Este ano a banda trouxe para a folia de rua o enredo “Advinha quem sou eu”, de Zezinho Invocado, Valter Dias e Santana da ZN, o samba foi interpretado por Alexandre, Pacote, Zulu e Chita. A bateria Unidos da Zona Noroeste integrada por 30 ritmistas deram vida ao enredo levantando areia das ruas por onde passaram. 

VEJA AS FOTOS DO DESFILE CLICANDO AQUI

BANDA ACADÊMICOS DA VILA MATHIAS INOVA TRAZENDO CARRO ALEGÓRICO

Por klinger Branco

CHUVA QUE CAIU NO INICIO DA NOITE AFUGENTOU A COMUNIDADE E CONFUNDIU O PÚBLICO 

A chuva forte que caiu no inicio da noite de sexta-feira 24/02 parece não ter ajudado a banda Acadêmicos da Vila Mathias, que mesmo assim marcou presença no Carnabanda Santista, trazendo para a rua um carro alegórico com uma enorme Nossa Senhora Aparecida. Muita gente não compareceu a concentração intimidada pela chuva que não parava e por pensar que o desfile tinha sido adiado. Já por volta das 21h00 a diretoria discutia a possibilidade de não desfilar, devido ao número reduzido de pessoas, que se encontrava na concentração. A corte carnavalesca que prestigiava a banda, aproveitou para tirar várias selfies com o público presente , mas por volta das 21h30 já se preparava para deixar o local, pois tinham outro compromisso agendado no Carnabanda. A banda fundada em 11
de novembro de 2005, vem buscando firmar uma parceria mais acirrada com a escola de samba GRCES Vila Mathias, que por pouco não levou o título de campeã do carnaval, quem vibrou na passarela com o desfile da agremiação, viu que faltou muito pouco para faturar o troféu. Participando no Carnabanda, pelo 12° ano, a agremiação homenageou o Clube Cunha Moreira, com o samba de Nikinha do Cavaco, Cabelo, Xuxu do Cavaco e Mimo Orelha, que seria interpretado por Chitão e Xuxu, acompanhados pela bateria da Vila Mathias. Segundo o Presidente da Banda Sinval Silva Freire a bateria não pode comparecer pois estava fazendo uma apresentação em São Paulo, mais um ponto que dificultou o desfile da agremiação. Mas nem tudo foi perdido, as pessoas que compareceram ao local se divertiram com a apresentação dos Djs, com o carro alegórico e ainda puderam reencontrar os amigos e curtir outras atrações. Para o ano que vem a diretoria espera um grande desfile, sem chuva e com muita gente bonita, prometem não dar "WO", termo usado no futebol, quando uma equipe deixa de comparecer a partida.

PARA VER AS FOTOS DO EVENTO  CLIQUE AQUI

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

BANDAS QUE DESFILAM NA ÚLTIMA SEMANA NO CARNABANDA

Por Francis Borges

BANDAS QUE DESFILAM NOS ÚLTIMOS DIAS DE CARNAVAL NA CIDADE DE SANTOS

SEGUNDA-FEIRA

BANDA ÚLTIMA PONTE – CARNABANDA – RÁDIO CLUBE
Data: 27/02
Concentração: 14h30 às 15h00 na Av. Brigadeiro Faria Lima, entre as ruas Prof. Nelson Espíndola Lobato e Almirante Esculápio César de Paiva.
Horário: 15h00 às 17h00

BANDA DO JÔ – CARNABANDA - MARAPÉ
Data: 27/02
Concentração: 14h30 às 15h00 na Rua Benedito Ernesto Guimarães com a Rua Dom Duarte Leopoldo e Silva
Horário: 15h00 às 17h00

BANDA UNIDOS DA CAPELA – CARNABANDA – RÁDIO CLUBE
DATA: 27/02
Concentração: 16h30 às 17h00 na Praça Manoel Joaquim Lopes.
Horário: 17h00 às 19h00

BANDA DO CHUPA – CARNABANDA – CAMPO GRANDE
Data: 27/02
Concentração: 17h30 às 18h00 na Rua Almirante Barroso, entre as ruas Pedro Américo e Espírito Santo.
Horário: 18h00 às 20h00

TERÇA-FEIRA

BANDA OURO PRETO - CARNABANDA - ESTUÁRIO
Data: 28/02
Concentração: 15h00 às 16h00 na rua Senador Lacerda Franco, entre as ruas José Knudsen e Francisco de Paula Ribeiro
Horário: 16h00 às 18h00

BANDA POSTO 2 - CARNABANDA - POMPÉIA
Data: 28/02
Concentração: 18h30 às 19h00 na Praça João Barbalho.
Horário: 19h00 às 20h00

domingo, 26 de fevereiro de 2017

BANDA BECO DESFILA SEM CHUVA NA ÚLTIMA SEXTA-FEIRA EM SANTOS

Por Klinger Branco

MUITA GENTE FICOU ASSUSTADA COM A VIATURA QUE PEGOU FOGO DURANTE O DESFILE

Pelo décimo nono ano no Carnabanda santista a Banda Beco levou para as ruas da Ponta da Praia um mar de foliões de diferentes idades, moradores da comunidade e dos bairros vizinhos, todos com um só um desejo, aproveitar a noite e brincar carnaval, numa das festas mais populares do Brasil. O evento aconteceu na sexta-feira (24/02), por volta das 21h00, entre as ruas Cipriano Barata, Comendador Alfaia Rodrigues e Avenida Pedro Lessa. Este ano a Beco trouxe como enredo o tema “Liberdade”, de autoria do sambista Claudinho Madrugada, interpretado por Paçoca e Claudinho Madrugada, ao som da bateria da BB do Estuário, integrada por 40 ritmistas que deram um toque especial ao evento.
O que ninguém esperava foi o incêndio de uma das viaturas da Polícia Militar, que trabalha no apoio, o carro que estava posicionado em uma rua à frente do desfile começou a pegar fogo, inicialmente na parte dianteira, com o fogo se alastrando rapidamente para o resto do veículo. Mesmo com a chegada dos bombeiros o fogo insistia em persistir, mas foi debelado com o uso de um extintor de pó químico, acabando com a confusão. O incêndio antecipou o término do desfile , que já estava no final, não atrapalhando a festa. Quem teve muito trabalho com o ensejo inusitado foi a PM que deslocou para o local várias viaturas e um carro de bombeiros. O que ficou comprovado foi a ineficácia dos extintores padrão, aqueles que acompanham os veículos, pois os policiais tentaram por várias vezes debelar as chamas, usando vários extintores , sem nada conseguir. Quem não se apavorou e continuou na festa depois da dispersão, pôde desfrutar de show de pagode e de Djs, que deram continuidade a festa noite a dentro.

VEJA AS FOTOS DO DESFILE CLICANDO AQUI