sábado, 13 de fevereiro de 2016

BANDA DO ILHEU É GARANTIA DE DIVERSÃO NO CARNAVAL SANTISTA

BANDA DO ILHEU DESFILA TRANQUILA NA TARDE DE DOMINGO NO JARDIM SANTA MARIA E ENCANTA OS MORADORES DA REGIÃO

Por Francis Borges

A Banda do Ilhéu desfilou na tarde do último domingo de Carnava (07/02), pelas ruas da Zona Noroeste, aproveitando o dia ensolarado para comemorar mais um Carnabanda. A concentração aconteceu na rua Joaquim Alcaide Valls, com a João Osório de Fonseca, reunindo centenas de foliões, numa farra carnavalesca. Este ano o tema do samba foi “Banda do Ilhéus nas Olimpíadas”, escrito por Godoi e Márcio Roberto, interpretado por Alexandre e Márcio Roberto, à frente da bateria Unidos da Baixada, composta 50 ritmistas. A banda do bairro Jardim Santa Maria leva centenas de foliões pelas ruas do bairro, nas tardes de domingo de carnaval e já se tornou parte da tradição cultural dos moradores daquela região.

VEJA AS FOTOS DO DESFILE - CLICANDO AQUI 

BANDA CARNACACHAÇA SATIRIZA "QUEM NÃO AGUENTA BEBE ÁGUA"

BANDA DO MACUCO TRAZ DANILO BOLADÃO PARA ALEGRAR A FESTA DEPOIS DO DESFILE E REÚNE UMA MULTIDÃO NOITE A DENTRO

Por Klinger Branco

A Banda Carnacachaça aproveitou a folia de momo para satirizar o público que participa da banda e não aguenta beber, usando de muita irreverência e bom humor. Com o enredo ‘Quem não aguenta bebe água”, a Carnacachaça foi para a rua na noite do sábado de carnaval (06/02) e alegrou a comunidade do Macuco. A concentração, que fica entre as ruas Santos Dumont, José do Patrocínio e Euzébio de Queiroz, ficou lotada e reuniu um público maior do que o esperado. Este ano, quem pensou que a festa iria terminar depois do desfile, se enganou, a equipe de organizadores apostou alto e ampliou a estrutura, colocando barracas, tendas e um palco imenso montado sobre o chassi de
uma carreta. O samba que arrastou a multidão teve autoria dos compositores Tinho, Charuto e Tim Cardoso e foi interpretado por Tim Cardoso, Cacá Germano, Valmir, Anderson Lucas, Matheus, Fabinho Bill e Charuto. A bateria foi a Ousadia da Mocidade Independente de Padre Paulo, com 60 ritmistas e contou com a animação de várias musas para agitar a galera. Este foi o 6º ano da banda no Carnabanda e parece que agremiação veio pra ficar, uma vez que o público, aprovou e lotou a concentração. Segundo Caio César, a banda que levou o prêmio Estandarte Santista ano passado, vem crescendo graças ao empenho dos seus 28 diretores, que apostam na ideia de fazer um carnaval diferenciado
para a comunidade e ajudam a manter a agremiação custe o que custar. “ Este ano, estou sem palavras para agradecer aos patrocinadores e a toda a minha diretoria, pessoal guerreiro, de muita força e que ajudou a passar por todas as dificuldades encontradas ao longo deste ano. São pessoas que lutam o ano inteiro para que a festa aconteça e que a banda da Carnacachaça continue sempre de pé”, relatou o presidente Caio César. Para os compositores, que trabalham durante o ano com as bandas, compondo e interpretando as composições, o Carnabanda é muito importante. Para o compositor e intérprete Tim Cardoso, essa interação com as bandas, o exercício de composição, mesmo que de
sambas onde o refrão é mais intenso, ajuda a manter a forma. “ Hoje o Carnabanda se tornou muito importante para comunidade do samba, principalmente por colocar o compositor em constante movimento. Serve também para as escolas, como ensaio técnico. Ainda faz a gente exercitar essa prática de compor o samba, facilitando assim a composição do samba-enredo para as escolas de samba. Afirmou o compositor. A festa continuou noite a dentro, animada pelo Mc Danilo Boladão, que levou a multidão ao delírio,  quando subiu no palco, por volta da 01h30 da manhã de domingo.


VEJA AS FOTOS DO DESFILE - CLICANDO AQUI



BANDA BECO CONTINUA CRESCENDO E ARRASTANDO MULTIDÕES NA PONTA DA PRAIA

BANDA BECO CRITICA A CORRUPÇÃO NO BRASIL E LEVA UMA MULTIDÃO PARA AS RUAS DO CANAL 6 NA PONTA DA PRAIA

Por Francis Borges

A Banda Beco, que saiu na última sexta-feira (05/02), às 21h, criticou a corrupção no Brasil e suas consequências. O bloco comemorou 18 anos de participação no Carnabanda, com um desfile pra lá de irreverente. O tema “ A corrupção no Brasil” foi do compositor, Claudinho acompanhado por Tim , Chitão, Marcelo Charuto, à frente da bateria BB do Estuário, formada por 50 ritmistas. A festa regada a muita bebida e descontração, continuou noite a dentro, animada por duas tendas e um palco que apresentava show de pagode e muita música eletrônica. Em entrevista a nossa equipe, Claudinho comentou que vem compondo
a mais de 16 anos para o grupo e pretende continuar com essa parceria por muito tempo. “Muita gente boa já se foi, compositores e pessoas ligadas ao samba, gente da comunidade do canal 6 que já não está mais aqui, mas a gente continua firme com a tradição de fazer o melhor para o carnaval de Santos” afirmou Claudinho. A concentração foi na rua Cipriano Barata com Comendador Alfaia Rodrigues, onde a comunidade participa em peso e já está acostumada com a brincadeira.

VEJA AS FOTOS DO DESFILE - CLICANDO AQUI

BANDA LAZINHA MOSTRA QUE É UMA BANDA DE FAMÍLIA NA VILA BELMIRO

BANDA LAZINHA ARRASTA MILHARES DE FOLIÕES PELAS RUAS DA VILA BELMIRO E TEM PEDIDO DE CASAMENTO EM PÚBLICO

Por Klinger Branco

Desfilando pelo décimo ano no Carnabanda Santista, a banda da Lazinha continua arrastando uma multidão pelo bairro da Vila Belmiro. O inicio da noite de sábado, 14/02, foi de muito sol e o calor não deu trégua para o pessoal da Lazinha, que não se intimidou e caiu na folia embalados a muita cerveja e refrigerante para garotada . A banda, reuniu a comunidade da Vila Belmiro em uma grande festa familiar, onde as crianças puderam se divertir e os adultos vindos de vários bairros da cidade puderam brincar a vontade. Para os que chegam pela primeira vez , o aviso de cuidado com nossas crianças se faz presente o tempo todo, uma
preocupação a mais com os pequenos, que se fizeram presente em grande número. O locutor deixa claro que ali é um ambiente diferenciado, onde impera a brincadeira dirigida para um público familiar. O enredo deste ano foi referente ao aniversário de dez anos de fundação “10 anos de Folia” composição de Chitão e Biro do Cavaco,  teve como intérpretes Joãozinho e Manoel, parceria que tem dado certo há algum tempo. A bateria foi da Escola de samba Sangue Jovem, com 40 ritmistas. Para alegria dos componentes da bateria e do pessoal que assistia ao desfile a 'Lazinha', contou com madrinha de bateria, casal de mestre sala e porta bandeira, musas da banda e muita animação. Ao final do desfile, um
acontecimento inusitado, alguém em meio a multidão subiu no caminhão e fez um pedido de casamento, o pessoal foi ao delírio. A concentração aconteceu na Rua Álvares Cabral, entre as ruas José Gonçalves da Mota Jr. e Prof. Reinaldo Porchat e começou por volta das 14h00 no Marapé, e contou com show de pagode, banda de pop rock, além de apresentação de DJ, a festa, como de costume não se limitou apenas ao desfile, na comemoração dos dez anos da banda, se estendeu noite a dentro.

VEJA AS FOTOS DO DESFILE -  CLICANDO AQUI

BANDA DA MOSCA LEVANTA A ZONA NOROESTE NO SÁBADO DE CARNAVAL

BANDA DA MOSCA DESFILA NA ZN ENCANTANDO O PÚBLICO COM RAINHA E PRINCESAS À FRENTE DA BATERIA

Por Francis Borges

A banda da Mosca reuniu milhares de pessoas no bairro da Areia Branca, para seu tradicional desfile, na tarde do sábado de carnaval (06/02) . Este ano, o sol forte que castigou a cidade durante todo o dia, se estendeu tarde a dentro esquentando os foliões, que tiveram de apelar para muita cerveja e água para não sucumbir ao calor. Tradicional no bairro da areia Branca, a banda da Mosca conta com a participação maciça da população e com a colaboração da vizinhança. Hoje a Zona Noroeste se tornou um reduto importante para o fortalecimento da comunidade do samba na região. Com o enredo “Vem pra cá seus 25 anos, a Mosca vai comemorar”, dos compositores, Zezinho Invocado, Valter Dias e
Santana da ZN. No caminhão de som, entoaram o samba Daniel Pacote, Ceno do Cavaco e Zulu, cadenciados ao som da bateria “Ritmo Perfeito” da Unidos da Zona Noroeste, com seus mais de 30 ritmistas. A agremiação levantou o público e encantou a garotada, que este ano, estava infernizando a brincadeira com pequenos esguichos de água, os meninos não perdoavam nem a bateria, que teve o desfile interrompido por várias vezes. A novidade deste ano, ficou por conta da comissão de frente que trouxe crianças da comunidade fantasiadas. Confira os melhores momentos do desfile na nossa galeria.

VEJA AS FOTOS DO DESFILE – CLICANDO AQUI

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

ACADÊMICOS DA VILA MATHIAS HOMENAGEIAM VEREADOR CACÁ TEIXEIRA

PREFEITO PAULO ALEXANDRE BARBOSA DESFILA NA BANDA VILA MATHIAS E TIRA SELFIES COM FOLIÕES E MEMBROS DA COMUNIDADE

Por Francis Borges

A banda Acadêmicos da Vila Mathias, marcou presença no Carnabanda Santista, trazendo para a noite da última sexta-feira (05/02), muita gente bonita com vontade de se divertir. Fundada em 11 de novembro de 2005, a banda vem se aprimorando e conquistando não só o pessoal do bairro, mas um grande público diversificado, gente oriunda de outras localidades, das cidades vizinhas e até de fora do estado. Para a diretoria, a banda realmente nasceu do anseio popular e da vontade de fazer samba, conquistando um espaço no bairro, que ficou vazio por muito tempo. “Nossa banda tem crescido cada vez mais, está se unindo
com a escola de samba GRCES Vila Mathias e eu vou fazer tudo para que isso aconteça, uma força a mais, para o crescimento do samba na Baixada Santista”, afirmou o presidente Sinval Freire da Silva. Participando no Carnabanda, pelo 11° ano, a banda homenageou o vereador da cidade, Cacá Teixeira, com o samba, “Tem Honra, Moral e Sabedoria... Somos Cacá, Somos “Acadêmicos” da Vila Mathias. O samba, composto por Xuxú, Santinho e Wilmo, foi interpretado por Silvinho e Xuxú, ao som da bateria da Vila Mathias, que este ano contou com mais de 50 ritmistas. Durante o desfile, Cacá aproveitou para agradecer o
carinho da comunidade “Essa homenagem é uma gratificação, fico lisonjeado de receber este reconhecimento do bairro. Tenho um carinho especial por essa banda, quando recebi este convite, aceitei de pronto, pois, sei que são pessoas idôneas e que reconhecem o quanto a gente é importante, quanto é significativo nossa frequência nos eventos da comunidade. Essa presença constante é muito importante para o crescimento da democracia”. Depois explicou que o Carnabanda começou quando a cidade ficou sem carnaval de rua, e por isso ganhou tanta força, pois coincidiu com a diminuição dos bailes nos grandes clubes. “Ficamos quase cinco anos parados, sem carnaval, com isso as bandas
foram crescendo, hoje temos de parabenizar a todos que ajudaram a fazer desta festa um espetáculo e das bandas um objeto especial de preservação da tradição carnavalesca. Salientou Cacá. A festa contou com a presença do prefeito Paulo Alexandre Barbosa, que fez questão de prestigiar a homenagem feita ao vereador e do Dep. João Paulo Tavares Papa, que aproveitou para curtir um pouquinho do carnaval. Paulinho como é conhecido na comunidade, desceu do caminhão de som e desfilou no chão, ao lado da bateria, onde moradores e amigos aproveitaram para fazer a famosa “selfie”.
Durante o percurso o prefeito foi agraciado com uma camisa da Acadêmicos da Vila Mathias , que fez questão de colocar, ali mesmo, no meio da multidão. A banda trouxe para as ruas bonecos gigantes, e a comunidade  pôde desfrutar da presença do rei momo Silas de Oliveira, rainha Lezir Ferreira, princesa Janaína Silva e do casal cidadão-samba Beto Magistral e Lídia Aparecida ,sempre esbanjando alegria, elegância e muito samba no pé.

VEJA AS FOTOS DO DESFILE  - CLICANDO AQUI


BANDA CONCENTRA MAIS NÃO SAI ARRASTA UMA MULTIDÃO PELO BAIRRO DO MARAPÉ

BANDA FAZ DESFILE EM CLIMA FAMILIAR E ARRASTA PÚBLICO DE DIVERSAS COMUNIDADES DA BAIXADA SANTISTA E REGIÃO

Por Klinger Branco


Este ano, a banda “Concentra Mais Não Sai”, ficou concentrada à rua Don Duarte Leopoldo e trouxe para a rua, um carnaval descontraído e com o tema “Bar da Falange o Bar do Povão”. Depois de um dia de sol forte, já por volta das 18h30, quando o sol tinha baixado, a banda começou o seu desfile. Arrastando um público variado e de todas as idades, a Concentra Mas Não Sai trouxe para a avenida, um casal de porta bandeira, a corte carnavalesca e muita irreverência. Quem optou por participar da banda tradicional da comunidade do Marapé, não se arrependeu, pois o desfile se deu num clima familiar, tranquilo e sem nenhum tumulto. Coisa que está se tornando rara, principalmente nas bandas que
concentram um grande público, os incidentes, mesmo que não muito graves, vem se repetindo com grande frequência. Incidentes causados na sua maioria, por elementos estranhos à comunidade, que se misturam na multidão, com o objetivo de consumir drogas e de causar problemas. Muitos migram de outros municípios, onde a festividade carnavalesca não acontece, ou é tratada com desdem, aproveitando para tumultuar na cidade vizinha, onde acaba, por não ser identificado. Problemas que são evitados, com a presença de uma boa equipe de segurança e dos organizadores do evento. Parcerias com o poder público e uma efetiva atuação da segurança pública do Estado são essenciais para o controle dessas manifestações. Hoje a polícia militar, concentra seu efetivo nas praias e acompanha os desfiles de longe, deixando a responsabilidade e controle da violência, por conta dos organizadores. Essa omissão do poder público, pode estar dando margem para o crescimento dessa marginalidade, pois quando o poder público se omite e/ou faz corpo mole, o outro lado – a marginalidade – impera e domina a situação. A pergunta que não quer calar, é , até quando o Estado vai ficar omisso, delegando a terceiros a sua responsabilidade de garantir a segurança pública. Atualmente a GCM atua com mais intensidade que a própria Polícia Militar, muitas vezes extrapolando a sua função, estaria o Estado querendo delegar ao município a sua responsabilidade de servir e proteger.

VEJA AS FOTOS DO DESFILE - CLICANDO AQUI

BANDA TORCIDA JOVEM DEITA E ROLA PELAS RUAS DA VILA BELMIRO

JOGADORA CHAIANE LOCATELLI MARCA PRESENÇA NO DESFILE DA TORCIDA JOVEM E ENCANTA OS TORCEDORES

Por Francis Borges

Ao tremular de bandeiras gigantes, a Banda Torcida Jovem, iniciou seu desfile na noite da última quinta-feira (04/02), pelas ruas do bairro Vila Belmiro, seguida por uma multidão de torcedores do Santos Futebol Clube e de centenas de foliões, vindos de várias cidades do litoral. Participando mais uma vez do Carnabanda, a banda trouxe como samba “A Torcida Jovem deita e rola” É Samba... é show de bola! O tema foi puxado ao som da bateria Batucada Firmeza Total, formada por mais de 50 ritmistas.
Participando da festa pelo sexto ano, a atendente do Hospital Ana Costa, Daniele Cordeiro, disse que a banda está cada vez melhor e que este ano a segurança foi reforçada. Já para
o torcedor associado desde 94, André Luíz, o (Jerry), como é conhecido, o desfile foi ótimo, sem confusão, assim que tem que ser. A organização está cada vez melhor, o pessoal esta tomando consciência, que a festa é um ambiente democrático e de muita diversão. Como nem só, os homens são apaixonados por futebol, as meninas descobriram que também podem fazer parte deste universo, antes exclusividade dos homens. Para a promotora de vendas Bia Santos, que acompanha o desfile da Torcida Jovem há três anos, comemorar o carnaval junto a torcida é tudo de bom e as bandas melhoram a cada ano. “ Parece que o desfile já está se transformando num evento obrigatório, para quem gosta de uma boa festa, afirmou Bia.
A jogadora, que já defendeu as classes de base, Chaiane Locatelli, participou pela primeira vez da Banda e ficou impressionada com o tamanho da festa, organizada para o carnaval. “gostei muito, achei legal, muito animado. Vim aqui porque moro ali do lado, tem muita gente que conheço e bastante torcedor. Fui convidada por um amigo, que falou muito bem do evento, e vim para cá. Sou do Rio Grande do Sul e lá na minha região, não tem muito carnaval. Estava lesionada e fiquei seis meses parada, agora estou voltando a jogar, é minha primeira atuação no brasileiro, espero conquistar a posição de titular. Após o desfile, os foliões ainda permaneceram pelas imediações do campo da Vila Belmiro, aproveitando o restinho da folia.

VEJA AS FOTOS DO DESFILE  - CLICANDO AQUI

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

BANDA LINDOIA FAZ O SÃO BENTO TREMER COMEMORANDO TÍTULO DA UNIDOS DOS MORROS

VILA LINDOIA FESTEJA 10 ANOS DE FUNDAÇÃO E BRINDA A ESCOLA UNIDOS DOS MORROS PELA VITÓRIA NO CARNAVAL SANTISTA

Por Klinger Branco

A Banda Vila Lindoia, desfilou na noite da última quinta-feira (04/02), no morro do São Bento, festejando seu 10º ano de fundação. A comemoração, contou com a participação maciça de moradores das comunidades dos morros de santos e de moradores das cidades vizinhas. A festa, com sabor de vitória, foi mais gostosa este ano, afinal, a escola Unidos dos Morros, foi a grande Campeã do Carnaval Santista, contrariando a expectativa de muita gente. Isso foi o suficiente, para deixar os aniversário de dez anos, ainda mais interessante e com gostinho de quero mais. Em seu nono ano de desfile no Carnabanda a Vila Lindoia, homenageou os Dez anos de criação da banda. O tema deste ano foi composto por Celso
Tom Maior, e interpretado por Biro, Bola e Celso Tom Maior, que à frente do desfile, empolgava a todos da comunidade, principalmente aqueles, que se enfileiravam nas escadarias do morro, esperando a banda passar. A bateria Chapa Quente, formada por 50 ritmistas e liderada pelo mestre Daniel e Fabiano, deu um show a parte, mostrando para a comunidade porque foi nota 10 na avenida. “Hoje o morro está em festa, a comunidade finalmente foi reconhecida e teve seu esforço coroado com o tÍtulo do carnaval, mas a gente sabe que o carnaval é uma festa de todas as agremiações, uns ganham outros não, mas no final, quem ganha é a cidade e o povo de Santos”, comentou Thiago (Pituca) presidente da Lindoia.

VEJA AS FOTOS DO DESFILE  -  CLICANDO AQUI

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

BANDA RICARDO PINTO RELEMBRA O MESTRE CARTOLA

BANDA RICARDO PINTO HOMEGAGEIA O MESTRE CARTOLA COM SAMBA“MALANDRO É MALANDRO E MANÉ É MANÉ” 

Por Klinger Branco 

A Banda Ricardo Pinto, na última quarta-feira (03/02), pelo seu sétimo ano no Carnabanda Santista, lotou as ruas do bairro Aparecida, esquentando, ainda mais, a semana carnavalesca. A banda percorreu as ruas Ricardo Pinto, Bolívia, 1° de Maio, Piratininga e Jurubatuba, Mostrando que o público, abandonou os grandes clubes, apostando no carnaval de rua santista. São centenas de foliões que migram de outros bairros e até das cidades vizinhas, muitos por falta de investimentos em suas cidades, outros por optarem pela tranquilidade e organização do carnaval feito na cidade.
“Trabalhamos por vários meses para proporcionar esse momento de alegria para a comunidade e para foliões de outras localidades, que comparecem ao nosso bairro. Aqui, a banda é familiar, nos preocupamos em preservar a segurança de todos, em especial, as crianças e os idosos, pessoas que nos prestigiam sempre. Salientou o presidente da banda, Helmo Andrade”.
Este ano, a Ricardo Pinto, homenageou, Agenor de Oliveira, o “Cartola”, (1908-1980), que se destacou como, cantor, compositor, poeta, violinista e foi um dos fundadores da escola de samba Estação Primeira de Mangueira. Com o enredo, Malandro é Malandro e Mané é Mané”, composto por Marcelo Charuto, Bill, Valmir, Valtinho e Chimbu.
Ao comando do mestre Rogério, a bateria da Ousadia, composta por 50 ritmistas, incendiou a festa carnavalesca, com seu batuque fortemente compassado, levando os foliões a loucura.
Ao término do percurso, o agitou ficou por conta do Grupo Samba Bem, que animou a festa até às 5h da manhã. No vocal Edson, na percussão Diego Munhoz e Murilo, com Leandro no pandeiro.

VEJA AS FOTOS DO DESFILE - CLICANDO AQUI